Afinal, o que é ter coragem?

Seja qual for a prova ou o desafio que surgir no seu caminho, é preciso antes de tudo, ser corajoso/a.

Começar um empreendimento, entrar num novo relacionamento, mudar de casa ou de vida, procurar outro emprego, iniciar um projeto, comprar um imóvel, mudar um comportamento... para tudo isto é preciso movimentar-se e sem coragem as coisas ficam muito menos fáceis. 


A coragem vai ajudá-lo/la a enfrentar todos os momentos de stress e tensão que acontecem no meio da caminhada rumo a um objetivo.


Por isso, neste artigo, vamos falar um pouco mais dessa qualidade tão importante para o sucesso da sua jornada. 

O que é coragem?

A palavra tem a sua origem no latim e representa “agir com o coração”. 


Ou seja, podemos entender que ser corajoso/a é agir de acordo com os seus verdadeiros sentimentos


Todos nós passamos por diversos momentos desafiadores durante a nossa vida e, muitas vezes, chegamos até mesmo a acreditar que não somos suficientemente bons para lidar com eles. 


No entanto, a verdade é que falta-nos a coragem para acreditar no nosso verdadeiro potencial. Ele está ali dentro e nós precisamos apenas de encontrá-lo para começar a sentir essa segurança que vem naturalmente e passarmos a agir de acordo com a nossa própria capacidade. 


Isso não implica que, para ser corajoso/a, por vezes, não possa sentir medo das coisas darem errado, pois saiba que é impossível conseguir evitar uma emoção. No entanto, você pode aprender a gerir as suas emoções e assumir o comando das reações que provém dessas emoções.


O medo vai sempre estar ali, mas o que vai importar é se sabe usar essa emoção para agir conscientemente e não permitir que ela trave o seu caminho. É nisso que reside a coragem. 


Separámos uma lista com 7 passos para ajudá-lo/la a despertar a coragem que mora dentro de si. 

7 passos para ter coragem

1. Procure o autoconhecimento

A primeira coisa que precisa de fazer antes de usar a coragem para qualquer coisa, é saber o que realmente deseja. Por isso, é essencial estar sempre em contato consigo mesmo, procurando conhecer melhor as suas vontades, os seus sonhos e os seus desejos. Caso contrário, estará a agir de forma a anular quem realmente é e isso não tem nenhuma ligação com coragem. É preciso ser corajoso para ser verdadeiro e autêntico. 

2. Descubra os seus medos

Uma vez que já conhece melhor quem verdadeiramente é, faz-se necessário entender quais são os seus medos. Fazendo isso, vai poder “encarar” o seu inimigo e efetivamente criar coragem para combatê-lo. Como vencer algo que nem sabe o que é? 


É claro que não vai eliminar o medo 100%, pois essa é uma emoção natural e que faz parte da sua vida, mas vencer o medo significa assumir o comando e não permitir que ele o/a controle. 

3. Analise o que é real

Sabia que o medo pode surgir por meio de ameaças que na verdade não existem? Pois é, nós chamamos isso de ameaças psicológicas. É quando ele existe por motivos que não são palpáveis ou reais, mas sim baseados em suposições. 


Por exemplo, quando está num relacionamento sério e completamente saudável e fica o tempo todo com medo de ser deixado/a. Esse medo não tem um fundamento real já que o relacionamento vai tão bem e, se se deixar levar por ele, vai acabar por criar uma situação complicada e aí sim terá motivos reais para temer o tal fim. 


É essencial entender o que causa os seus medos, se eles são reais ou imaginários e então procurar a coragem dentro de si mesmo para superar essa emoção.

4. Anote sempre

Escrever sobre os seus medos no papel vai ajudá-lo/la a entender o que realmente precisa de ser prioritizado. Dessa forma, consegue ver com mais clareza como está a sua situação no geral e entende quais são os medos que têm fundamento e quais são os que precisam de ser deixados de lado.

5. Amplie a sua visão

Para ser corajoso é preciso que ter capacidade de rever as suas atitudes e comportamentos, assumir os seus erros e até mesmo de se reposicionar quando necessário. 


É preciso avaliar o que faz hoje e como isso está a influenciar a busca pelos seus objetivos. Amplie a sua visão, aprenda a olhar para o todo da sua vida e, se for preciso, junte a coragem para recomeçar num novo caminho.

6. Assuma os riscos, mas sempre com prudência

A vida pede-nos coragem para poder enfrentar os desafios e muitas vezes nós não temos garantia de que as coisas vão dar certo. 


Contudo, ser corajoso é diferente de ser imprudente. 


A imprudência tem a ver com falta de cuidado, desatenção, ou até mesmo uma certa dose de fingir que não se viu o perigo envolvido em alguma situação. 


A coragem dá clareza para entender todos os riscos envolvidos e dosear se é válido ou não agir no momento. 


Para dizer não também é preciso coragem.

7. Converse com outras pessoas

Conheça outras perspectivas sobre a coragem. 


Procure um grupo, ou outra pessoa, que já passou por alguma situação parecida com a sua, escute a experiência dela, como ela se saiu e analise o que acha que faz sentido e que pode ajudar na sua própria jornada. Isso pode ser uma grande fonte de inspiração para ser corajoso.

O papel da Gestão Emocional no desenvolvimento da coragem

Autoconfiança

Gerir as suas emoções vai proporcionar uma visão mais clara de todas as conquistas que já teve na sua vida e não enxergou por excesso de sentimentos negativos. Dessa forma, vai entender que mesmo que a vida lhe traga diversos novos desafios, dentro de si existe uma super força capaz de vencer o que vier. Seja consciente da sua capacidade, lembre-se que nasceu com todas as qualidade e habilidades necessárias para vencer qualquer desafio.

Autossuperação

Na vida, todos nós temos algum tipo de limitação, que pode ser física, emocional ou mental. Nenhuma dessas limitações é por nossa escolha, elas estão aí e precisamos lidar com elas mesmo que não tenhamos vontade. 


Isso dá-nos duas opções: ou agimos como vítimas e deixamo-nos levar por um sentimento de impotência, ou então começamos desde já a transformar todo o sentimento de dor em motivação para sermos ainda melhores e para superarmos qualquer que seja o obstáculo. 


O melhor caminho sempre vai ser canalizar as suas emoções para se superar a si mesmo e descobrir o que de melhor tem para oferecer ao mundo.

Conclusão

Chegamos a conclusão, então, de que a coragem, em qualquer nível de consciência, é o impulso que nos permite evoluir sempre. 


Quem não consegue ser corajoso fica paralisado quando encontra um desafio e não aproveita todas as oportunidades que vêm com ele. Sem a coragem, não existe crescimento ou desenvolvimento.


É importante agir corajosamente e seguir o seu coração! Mas, lembre-se primeiro de ter certeza que é ele mesmo que está a falar.


O conteúdo deste artigo ajudou-o/a de alguma forma? Se sim, partilhe nas suas redes sociais para que mais pessoas possam ser tocadas por essa mensagem. 

Iniciar sessão to leave a comment


5 dicas de como perder a vergonha de falar em público