Cansaço Psicológico
Quais os sintomas do cansaço mental?

 

Sabia que não é somente o seu corpo físico que se esgota durante o dia? O seu cérebro também trabalha intensamente todos os dias.


Seja no trabalho, onde precisa de usar a sua inteligência para produzir bons resultados, seja ao realizar uma prova, na atenção com a qual encara o trânsito ao seu redor ou até mesmo quando vai fazer compras ao supermercado.


É muito importante lembrar que o seu cérebro trabalha tanto quanto o seu corpo e que, por isso, ele também precisa de um “descanso” e de um tempo para relaxar. Caso contrário, o cansaço vai acabar por afetar a sua saúde mental e física.


Como costuma sentir-se física e mentalmente ao final de um longo dia de trabalho?
 

Neste artigo, vamos mostrar-lhe como pode identificar e combater o cansaço mental, para que ele não tenha oportunidades de prejudicar a rotina do seu dia-a-dia.

O que caracteriza o cansaço mental?

Também conhecido como cansaço psicológico, o cansaço mental nada mais é do que aquele momento onde sente que está totalmente sobrecarregado/a de informações no cérebro e o seu corpo passa a dar alguns sinais físicos de que a mente está muito cansada e precisa de uma pausa.


Os sintomas podem incluir insónia, desanimo, ansiedade, gastrite, perda de apetite, tristeza constante, nervosismo, preocupações desnecessárias, angústia sem motivo, transtornos, fobias, dificuldade de memória, diminuição da libido, entre outros.


Se já sentiu ou ainda sente alguns destes sintomas, fique atento/a!
 

Quando não tratado, o cansaço mental pode trazer diversos prejuízos para a sua saúde e qualidade de vida, como stress, enxaquecas, dores musculares e inclusive depressão.

O que pode causar o cansaço mental?

Não é de hoje que o mundo e a vida estão cada vez mais acelerados.
 

Esse ritmo frenético de atividades que impõe à sua rotina diária acaba por sobrecarregá-lo/la.


Normalmente, obriga-se a dar conta, com excelência, de todas as responsabilidades do trabalho, da casa, dos seus relacionamentos (afetivos ou familiares), das suas próprias necessidades e de muitas outras “obrigações”, sem se dar ao mesmo tempo conta que se encontra esgotado, física e mentalmente 


Esse ritmo louco faz com que não consiga desenvolver controlo emocional e perde o domínio sobre as suas próprias emoções e sentimentos, agravando ainda mais o seu cansaço mental.

Por isso, torna-se importante entender como lidar com as obrigações do dia-a-dia e também com as frustrações capazes de impactar negativamente o seu emocional, para assim conseguir evitar esse desgaste mental e físico que pode prejudicá-lo/la tanto.

Como identificar o cansaço mental?

Vamos indicar aqui alguns dos sinais aos quais precisa de ficar atento/a. É importante identificá-los antes que eles se instalem definitivamente e causem o cansaço mental.

Cansaço constante

A sua rotina atarefada e corrida com certeza vai fazê-lo/la sentir-se cansado algumas vezes. Isso é completamente normal. Afinal, não é de ferro.

O problema começa quando o cansaço se torna permanente, ou seja, mesmo depois de uma boa noite de descanso, ou até mesmo de alguns dias, continua com a sensação de não ter descansado o suficiente, como se ainda estivesse pesado/a e desanimado/a.

Irritabilidade

Outro sinal que pode indicar que o cansaço mental está a começar a manifestar-se é a irritação constante.


É claro que irritar-se uma vez ou outra, diante de situações que fogem ao seu controlo, é completamente normal e aceitável.


Contudo, se perde facilmente a paciência com pequenas situações do quotidiano, as quais poderiam ser facilmente resolvidas sem que precisasse de perder o equilíbrio emocional para isso, é um sinal bem forte de cansaço mental.

Desânimo

Assim como os sinais anteriores, o desânimo pode existir em níveis normais uma vez ou outra, somente o seu excesso é que pode caracterizar um sinal claro do cansaço mental.
 

Se ele o/a atrapalha constantemente de realizar qualquer coisa que antes lhe trazia satisfação e prazer, é preciso estar atento/a.

Se gostava de sair com os amigos, ler um livro, ir ao cinema, assistir a uma série, fazer compras, entre outras coisas, e hoje já não tem mais vontade ou motivação de fazer nenhuma dessas coisas, pode ser um reflexo do cansaço mental sim!

Falhas de memória

Esquece-se constantemente das atividades que precisa de realizar, das suas passwords ou até mesmo de onde colocou as suas chaves?


Cuidado, isso é um sinal de que o cansaço mental pode estar a tomar conta da sua mente.

A sobrecarga de informações e tarefas com as quais precisa de lidar no seu dia-a-dia já está a afetar os funcionamentos básicos do seu cérebro, como o armazenamento de memórias e dados.

Como combater o cansaço mental

Para ajudá-lo/la a tratar e eliminar o cansaço mental da sua vida, vamos deixar aqui algumas dicas preciosas para colocar em prática e voltar a sentir prazer, ânimo e satisfação com as suas atividades diárias.

Pratique exercício físico

Provavelmente já está cansado de saber que a prática de um desporto ou atividades físicas traz diversos benefícios à sua saúde, mas é preciso sempre reforçar essa máxima.

Durante o exercício, o seu organismo produz endorfina, também conhecida como a hormona do prazer, a qual provoca a sensação de bem-estar e também alivia dores e relaxa o corpo.

Por isso, pesquise sobre uma atividade que lhe interesse e comece a praticá-la assim que possível.

Lembre-se que a regularidade da atividade é o que vai garantir os seus benefícios.

Separe um tempo para si mesmo/a

É importante desfrutar de bons momentos na sua própria companhia, seja lendo um livro, assistindo televisão, ouvindo música, meditando ou até mesmo realizando o simples ato de respirar mais ar puro.

Quando se conecta consigo mesmo, com a sua essência, consegue desenvolver melhor o seu autoconhecimento e compreende quais as melhores formas de lidar com suas emoções e sentimentos.
 

Independentemente do que faça, esteja sempre, verdadeiramente, na sua companhia e desfrute desse momento sem se pressionar demais ou dar espaço às preocupações do dia-a-dia.

Evite levar trabalho para casa

Levar trabalho para casa dificulta com que se desligue do serviço e consiga descansar efetivamente.
 

Por isso, isso só pode acontecer quando não tiver outra possibilidade em vista.


É fundamental que ao sair do trabalho o deixe realmente para trás e passe a pensar nele somente quando retornar.


Sabemos que isso pode ser algo complicado, mas é uma prática que lhe vai trazer muito alívio e também o descanso que a sua mente tanto precisa.

Aproveite bons momentos ao lado de quem ama

Uma das dicas mais importantes para recarregar as energias é estar ao lado das pessoas que mais ama.
 

É importante separar sempre um tempo para estar com os seus familiares e amigos e poder aproveitar cada instante da presença de cada um deles.
 

São eles que o/a vão ajudar em momentos de dificuldade e com as suas adversidades, por isso valorize-os sempre que tiver a oportunidade.

Caso necessário, procure ajuda especializada

Talvez perceba que não está a conseguir lidar com as suas emoções e sentimentos de maneira positiva e assertiva e, nesse caso, é importante procurar ajuda especializada.

Psicoterapia, por exemplo.

Esta alternativa vai contribuir para que evite cair nas armadilhas do cansaço mental e consiga vencê-lo sempre que ele insistir em aparecer.

Procure um psicólogo, converse sobre os seus obstáculos diários e compartilhe tudo o que retira a sua tranquilidade e harmonia.

Alimente-se bem

A alimentação também é muito importante para garantir que o cansaço mental não se instale.
 

É essencial alimentar-se de maneira adequada e saudável.

Evite alimentos gordurosos, pois eles podem impactar diretamente no seu humor, e dê preferência às frutas, verduras e legumes na sua alimentação, para que assim consiga perceber os efeitos positivos que uma alimentação saudável lhe pode trazer.

Conclusão

Estas dicas são as mais urgentes de serem seguidas, quando percebe que está com cansaço mental, mas, existem outras que também podem ajudá-lo/la a sentir-se uma pessoa mais forte e resistente todos os dias.
 

      Encare a vida com bom humor diariamente;
      Pare de se cobrar tanto;
      Divirta-se mais;
      Tenha mais momentos de lazer;
      Lembre-se que precisa de ser mais do que só o seu trabalho;
      Evite fazer tantas coisas ao mesmo tempo;
      Mantenha as suas tarefas diárias organizadas;
      Priorize as suas atividades;
      Tenha boas noites de sono;
      Evite stressar-se no trânsito;
      Entenda que existem dias bons e menos bons e que os dois o/a fazem crescer;
      Nada como um banho quente para relaxar;
      Se for preciso, tire alguns dias de férias;
      Mantenho o pensamento positivo;
      Não permita que os problemas dominem a sua vida;
      Seja saudável;
      Faça exercícios de respiração.
 

E, acima de tudo, lembre-se de estar sempre à procura do seu desenvolvimento e aprimoramento emocional.

Com ele vai entender melhor as suas emoções e assim conseguir direcioná-las para afastar o tão temido cansaço mental.

Gostou do nosso artigo? Partilhe nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a identificarem estes sintomas!

Iniciar sessão to leave a comment


10 músicas de relaxamento para ouvir no trabalho