Conheça as fases do luto emocional e como superá-las

Conheça as fases do luto emocional e como superá-las

Saber que a morte é a única certeza que todos nós temos sobre a vida, não a torna mais simples ou fácil de lidar. A perda de alguém querido provoca uma dor intensa, um sentimento de vazio, e muitas vezes uma revolta interna.

Mas por ser um evento inevitável, precisamos aprender a lidar melhor com ela. Resistir, lutar contra, ou até mesma tentar reprimir a dor, podem ter consequências desagradáveis para você e para quem convive contigo. 

É essencial aprendermos a vivenciar nossas dores, permitindo que os sentimentos sejam extravasados. Por isso, a psicologia dividiu o luto em cinco fases, para ajudar as pessoas a entenderem o que estão sentindo e reconhecerem a importância de se permitirem passar por cada uma das fases pelo tempo que for necessário.


Neste artigo vamos falar sobre todas as fases do luto e também sobre o que você pode fazer para superar essa dor tão profunda.

As 5 fases do luto

Todas as sensações e emoções negativas que sentimos em decorrência de uma perda, faz parte do luto emocional. 


É importante destacar que o luto pode acontecer também com situações que não envolvem a morte, como o fim de um relacionamento.

São 5 as fases do luto e elas são dominadas por sentimentos bem diferentes uma da outra, porém sempre conectados com a dor de perder alguém. 


Vamos falar um pouco sobre cada uma delas e o que fazer para superá-las:

1. Negação

A primeira fase do luto é a negação. 

Aqui a pessoa simplesmente se nega a acreditar que está vivendo essa situação, não consegue ao menor imaginar como será o futuro sem a pessoa que se foi. 


A dor é tão intensa que negar a veracidade dos fatos faz com que seja mais fácil do que aceitar o que aconteceu. 

Nessa fase o mais importante é não lutar contra a tristeza, e permitir que ela seja sentida e vivenciada. Reprimir essa emoção vai fazer com que a dor emocional seja ainda maior, o que aumenta o tempo de duração do luto.

2. Raiva

A segunda fase do luto é a raiva.


Quando a pessoa começa a entender que a perda realmente aconteceu, e que nada se pode fazer para voltar atrás e consertar o que foi quebrado. A tristeza então, dá lugar à raiva e à revolta. É nessa fase que se começa uma busca pelos “culpados” do acontecimento. 

É essencial que você se cerque de pessoas queridas, para que elas não permitam que você deixe o seu sentimento de raiva te comandar e gerar comportamentos nocivos para si mesmo ou para outras pessoas. 


O principal a ser aprendido nessa fase é entender que coisas ruins acontecem com todo mundo, e buscar culpados ou extravasar sua raiva não vai ajudar em nada a curar essa dor. É preciso se reerguer e seguir em frente.

3. Barganha

A terceira fase do luto é a barganha ou negociação.


Depois de uma perda, é como se tivéssemos um período com uma trégua temporária dos sentimentos intensos. “E se eu me tornar uma pessoa melhor? E se eu ajudar mais os outros? Será que vou acordar desse pesadelo?”

Desejamos profundamente ter a capacidade de voltar no tempo, e prevenir o final que nos causou tanta dor.

Geralmente essa fase é resultado do sentimento de culpa que carregamos conosco. Acreditamos que poderíamos ter feito diferente e isso pode pesar muito.

É preciso deixar o passado ao lugar que ele pertence, todo mundo está sempre oferecendo o melhor que tem, e temos certeza que você fez o melhor que podia naquele momento. 

Livre-se dessa culpa e se permita fazer as pazes consigo mesmo.

4. Depressão

A quarta fase do luto é a depressão.


Você se livra do passado, e por fim volta o foco ao presente. Aquela pessoa não faz mais parte da sua vida, e isso te faz se sentir profundamente triste, sem enxergar uma saída ou solução.

Precisamos destacar que a fase da depressão é uma resposta natural à uma perda, e não indica a existência de um transtorno psicológico ou mental mais sério.


Você se questiona sobre o sentido de tudo, sobre o porquê você deveria seguir em frente mesmo sem quem ama. 

A depressão é uma das fases mais essenciais do luto, e para esse momento recomendamos que você esteja perto de quem ama. O apoio da família ou de amigos pode ser decisivo no processo de cura.

5. Aceitação

A quinta fase do luto é a aceitação.


Depois de tantos obstáculos e dores, a pessoa começa a aceitar e lidar melhor com a perda. Se sente mais tranquila e disposta para retomar as suas atividade rotineiras. 

É claro que ainda vai passar por muitos momentos onde a saudade vai apertar, mas o sentimento predominante não vai ser tão intenso como nas outras fases. 

Aqui é recomendado encontrar motivações novas que te façam levantar todos os dias com energia para enfrentar o que vir. Podem ser novos hobbies, novos horizontes, uma nova profissão, ou até mesmo um novo modo de enxergar a vida. 

Conclusão

Depois de conhecer todas as fases do luto podemos ter uma visão mais ampla de como o ser humano se recupera das suas maiores dores emocionais.


É preciso entender também que cada pessoa é um ser individual e nem sempre os períodos serão da mesma duração ou as fases seguirão a mesma ordem. 

Nesse momento tão complexo e desafiador, é natural que as emoções se embaralhem de forma turbulenta e você não consiga identificar em que etapa está.

E mesmo quando ocorrer a aceitação de tudo, você não estará imune ao sentimento da tristeza. Afinal, uma parte muito importante da sua vida se foi. 

O que acontece é que ela sempre virá acompanhada do afeto que você sentia pela pessoa, e isso te ajuda a superar ainda mais o sofrimento. Ela sempre será uma parte de quem você é, e vai viver para sempre na sua memória. 


Se for muito desafiador conseguir superar sozinho as fases do luto, não se preocupe. Existem vários grupos de ajuda com o propósito de tornar essa dor mais leve, além da opção de usufruir do acompanhamento psicológico, que também pode ser muito benéfico. 

O objetivo de todas essa etapas é permitir que você transforme a dor em paz, e sinta saudades de uma forma saudável.

Esse artigo fez sentido pra você? Se esse conteúdo te ajudou de alguma forma, e você acredita que ele pode ajudar muitas outras pessoas, sinta-se livre para curtir e compartilhar nas suas redes sociais.



Iniciar sessão to leave a comment


Como vencer a insegurança no relacionamento de casal