Qual a diferença entre emoção e sentimento na psicologia?

Muitas pessoas pensam que emoção e sentimento são a mesma coisa, mas a psicologia entende que cada uma tem as suas particularidades.

Entender a diferença entre estas duas palavras pode ajudá-lo a transformar comportamentos nocivos, aumentando o seu bem-estar e a sua satisfação com a vida.

Sentimento e emoção representam lados da mesma moeda, apesar de se tratarem de coisas diferentes.


Neste artigo vamos abordar um pouco mais sobre este tema e convidamo-lo a aprender connosco.

O que é uma emoção?

A emoção nada mais é do que uma resposta do seu organismo a algum tipo de estímulo externo. Ela é automática e acontece assim que você experiencia uma situação que possa despertar as suas emoções.

As alterações que as emoções geram refletem no organismo, fazendo com que você tenha reações físicas, como palpitações, suor, choro ou até mesmo algum tipo de dor.

Elas são automáticas e podem ser percebidas por quem estiver ao seu redor no momento em que alguma delas for despertada.

São influenciadas pela história de vida de quem as sente, experiências anteriores, crenças, bloqueios, entre outras coisas. Por isso, algumas pessoas respondem de forma diferente a situações iguais.

O que é um sentimento?

Já o sentimento é o que vem logo em seguida da emoção.

Trata-se de quando o seu cérebro percebe o que está a acontecer e atribui um significado àquela emoção. Apesar de também dependerem das características individuais, os sentimentos não podem ser medidos com exatidão.

O sentimento acontece num local mais profundo e, por isso, pode ser "escondido" se você não quiser compartilhá-lo. Normalmente, o ser humano apenas compartilha os seus sentimentos com pessoas que sejam da sua plena confiança.

Ao contrário das emoções, os sentimentos não são tão passageiros e podem até mesmo durar uma vida inteira. Isso pode ser bom (como o amor) ou não tão bom assim (como a tristeza profunda), podendo até mesmo chegar a causar diversas doenças se for negativo.

Emoções e Sentimentos

A emoção e o sentimento, apesar de diferentes, estão completamente relacionados entre si. Assim como uma emoção dá origem a um sentimento, um sentimento também pode trazer uma emoção.

Por isso, para conseguir recuperar de emoções e sentimentos negativos é essencial entender melhor como você reage diante de cada uma dessas sensações.

Apenas por esse caminho você vai conseguir desenvolver a sua inteligência emocional necessária para moldar as suas reações de forma positiva e começar a interagir melhor com o mundo ao seu redor. 

A história das suas emoções

O seu primeiro contato com as emoções e os sentimentos aconteceu quando você ainda estava dentro da barriga da sua mãe. A ciência já comprovou que os pais podem transferir sentimentos para o bébé durante a gestação.

Desde então, você foi desenvolvendo os seus programas emocionais até aos sete anos de idade. Durante esse período, você começou a registar e interpretar todas as emoções e experiências de acordo com seus próprios sentimentos, transformando as suas interpretações em padrões emocionais que se refletem até aos dias de hoje.

Conclusão

As emoções fazem parte do seu crescimento e contribuem de forma essencial para que você alcance bons resultados. Você só precisa de saber direcioná-las da melhor forma possível, para que elas sejam um impulso e não um freio.

Entender a diferença entre uma emoção e um sentimento é o primeiro passo que você pode dar nesta caminhada para uma vida plena.

Conheça o que vive dentro de você, separe as suas emoções e os seus sentimentos, determine as raízes e causas de cada um e comece pouco a pouco a ir moldando o que precisa de ser melhorado.

Você é o piloto do seu avião e pode escolher entre uma vida presa aos instintos ou uma vida livre das amarras que as emoções e sentimentos podem criar.

Isso vai ajudá-lo a manter o equilíbrio na sua vida, trazendo um gosto mais doce à jornada em busca do seu propósito.

Iniciar sessão to leave a comment


Qual a definição de Inteligência Emocional?